Notícia - 02/04/15 (17:50:22) Corpo de Thomaz Alckmin é sepultado em Pindamonhangaba, SP
Ele foi enterrado no mesmo túmulo em que estão seus avós

O corpo de Thomaz Rodrigues Alckmin, filho caçula do governador Geraldo Alckmin (PSDB), foi sepultado por volta das 19h05 de sexta-feira (3) no cemitério municipal de Pindamonhangaba. Geraldo, Lu Alckmin e os dois irmãos de Thomaz estiveram o tempo todo próximos do caixão.

A cerimônia foi acompanhada por parentes, amigos de Thomaz e da família e centenas de moradores da cidade natal do governador. Também acompanharam o enterro autoridades como o senador José Serra (PSDB), o secretário de Segurança Pública estadual Alexandre de Moraes e os deputados federais Eduardo Cury (PSDB) e Paulo Maluf (PP).

O sepultamento foi aberto ao público, mas foi montado um esquema especial para que familiares e amigos ficassem próximos ao túmulo. Antes do enterro, o cardeal arcebispo de Aparecida e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Raymundo Damasceno, fez uma benção especial.

O corpo chegou a Pindamonhangaba por volta das 17h e foi levado ao velório municipal antes do cemitério. Lá, alguns familiares e amigos que não puderam ir ao velório em São Paulo se despediram de Thomaz. Por volta de 18h30, um cortejo seguiu por dois quarteirões até o cemitério municipal, onde aconteceu o sepultamento. A família, incluindo Geraldo e Lu Alckmin, seguiram o cortejo a pé ao lado do caixão.

No túmulo onde Thomaz foi sepultado, estão enterrados os pais do governador, Geraldo José Rodrigues Alckmin, morto em 1998, e Miriam Alckmin, que morreu em 1963, além da babá dele, Thereza Faria Santos, que faleceu em janeiro deste ano. Empregada da família Alckmin, ela ajudou a criar o governador após a morte da mãe, quando ele tinha 11 anos.

O velório de Thomaz Alckmin foi encerrado por volta das 14h15 e um cortejo fez o translado do corpo do piloto de 31 anos até Pindamonhangaba. O filho caçula do governador trabalhava como piloto e acompanhava um voo de teste após manutenção da aeronave na tarde de quinta-feira (2). Ele era casado desde 2011 com a arquiteta Thais Fantato e deixa duas filhas, uma de 10 anos e outra recém-nascida, com aproximadamente um mês.

Além do caçula de Alckmin, morreram: Carlos Haroldo Isquerdo Gonçalves (53 anos, piloto do helicóptero e funcionário da Seripatri), Paulo Henrique Moraes (42 anos, mecânico e funcionário da Seripatri) Erick Martinho (36 anos, mecânico da empresa Helipark) e Leandro Souza (34 anos e mecânico da Helipark).

Fonte: G1 - Atualizado às 19h17 de 03/04/2015


Imprimir Versão para impressão         Enviar Enviar a alguém         Comentar Comentar
     Mais Notícias   
    11/12 21:52 - Comerciantes prometem PRESSÃO contra aumento de 25% no IPTU
    11/12 21:49 - Linha Eloy Chaves terá alterações a partir de sábado
    11/12 21:34 - Jardim das Tulipas terá ‘casa a casa’ na zona rural
    11/12 19:20 - Indenizações por morte no trânsito crescem 24%
    11/12 19:17 -  Rocha Loures vira réu por corrupção no caso da mala
    11/12 19:12 - Centro de Tecnologia de Jundiaí abre inscrições para curso
    11/12 10:14 - Filho mata pai após ver assassinato da mãe
    11/12 10:13 - Jundiaí ganhará novos guardas municipais nos próximos dias
    11/12 10:11 - Ipem promove verificação de taxímetro em Jundiaí
    11/12 10:10 - Inflação desacelera no País
    11/12 10:05 - Projeto que reajusta IPTU será votado nesta terça
    11/12 10:02 - Reforma da Previdência começará a ser debatida na quinta
    11/12 05:57 - Quatro morrem em acidentes de trânsito
    10/12 23:54 - Gilberto Kassab participa de encontro com radiodifusores
    10/12 23:16 - Motorista causa a morte de sargento da PM de Cajamar