Notícia - 24/06/16 (17:43:16) Teori manda denúncia contra Lula para Justiça de Brasília
Ministro do Supremo Tribunal Federal sustenta que o caso não tem conexão direta com a Lava Jato

O ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, decidiu enviar para a Justiça de Brasília a denúncia contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por suposta participação na tentativa de impedir a colaboração premiada do ex-diretor da Petrobrás Nestor Cerveró.

Na peça, Teori sustenta que o caso não tem conexão direta com a Lava Jato e, por isso, não precisaria ser enviado para a 13ª Vara Federal de Curitiba. A decisão contraria um pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que queria que o caso ficasse sob os cuidados do juiz Sérgio Moro.

“Tais fatos não possuem relação de pertinência imediata com as demais investigações relacionadas às fraudes no âmbito da Petrobrás. Na verdade, dizem respeito à suposta prática de atos, pelos investigados, coma finalidade de impedir e de aviltar a colaboração premiada entre Nestor Cerveró e o Ministério Público”, afirma Teori.

O ministro justifica a decisão apontando que além de os fatos terem ocorrido em Brasília, “há outros motivos que militam pela fixação da competência para processar e julgar esta causa na Seção Judiciária do Distrito Federal”, como o fato de a delação de Cerveró tramitar no Supremo.

Na denúncia contra o ex-presidente Lula apresentada ao STF no início de maio, Janot afirma que o ex-presidente “papel central” na trama para tentar comprar o silêncio de Cerveró e tentar “embaraçar” as investigações da Operação Lava Jato.

O caso veio à tona com a prisão do então senador Delcídio Amaral, em novembro do ano passado. Em uma gravação feita pelo filho de Cerveró, Delcídio aparece oferecendo dinheiro e a possibilidade de uma fuga para fora do País para que o ex-diretor da Petrobrás não contasse o que sabia ao Ministério Público.

Também foram denunciados o banqueiro André Esteves, o pecuarista José Carlos Bumlai e seu filho, Maurício, o assessor do ex-senador Diego Ferreira e o ex-advogado de Cerveró, Edson Ribeiro.

Teori decidiu enviar o caso à primeira instância porque Delcídio perdeu o foro privilegiado após ter o mandato cassado pelo Senado. A decisão atendeu a um pedido da defesa de André Esteves.

Fonte: Estadão


Imprimir Versão para impressão         Enviar Enviar a alguém         Comentar Comentar
     Mais Notícias   
    14/12 03:14 - Declarações de Ciro sobre julgamento de Lula irritam PT
    14/12 02:52 - Moedas virtuais (Bitcoin)
    14/12 02:41 - Lula:´Palocci foi contar uma mentira maior que a dos outros´
    14/12 00:48 - Temer faz apelo a prefeitos para a reforma da Previdência
    14/12 00:38 - Mega-Sena, ninguém acerta e prêmio acumula em R$ 39 milhões
    14/12 00:33 - Prefeito nega aumento da tarifa dos ônibus em R$ 4,50
    14/12 00:24 - Jundiaí completa 362 anos nesta quinta-feira(14)
    14/12 00:16 - Flamengo não conseguiu reverter a vantagem
    13/12 19:10 - Pagamento da tarifa de ônibus com cartão já está disponível
    13/12 19:07 - Família é encontrada morta, após queda de avião no MT
    13/12 19:04 - Produção de carne de frango e de porco aumenta em 2017
    13/12 19:01 - Votação da reforma da Previdência fica para fevereiro
    13/12 09:34 - Desembargador ministra palestra sobre crime organizado
    13/12 09:31 - Prorrogado prazo de inscrição de vestibular das Etecs
    13/12 09:30 - Bancos devem pagar taxa fixa para lotéricas