Esporte - 14/01/17 (20:26:18) Paulista supera São Carlos e avança para pegar a Chapecoense
A equipe sub-20 do Paulista, apoiado por mais de 10 mil torcedores, venceu o São Carlos por 2 a 1

Para um time que nas suas cinco primeiras partidas havia vencido seus oponentes por 1 a 0, na sua sexta partida no torneio a história tinha que mudar. E mudou: que tal manter a vitória por um gol de diferença, mas anotando mais gols?. A equipe sub-20 do Paulista superou a barreira do 1 a 0, e apoiado por mais de 10mil torcedores venceu o São Carlos por 2 a 1, neste sábado, em confronto válido pelas oitavas de final da Copa São Paulo de futebol junior.

O adversário do time jundiaiense nas quartas de final será a Chapecense, que pela manhã, eliminou o Ituano (vitória por 1 a 0, em Itu). Galinho e Chapinha deverá ocorrer na próxima quarta-feira, muito possivelmente em Jundiaí. Há duas possibilidades de horário da partida: 17h ou 18h45, ambas com previsão de transmissão do Sportv.

O técnico Umberto Louzer repetiu a escalação vencedora do Galinho na partida passada. Já o São Carlos teve uma troca: a volta do zagueiro Luiz Henrique, na vaga de Léo Machado, mantendo o seu esquema com três volantes no meio de campo. Novamente o Paulista mostrou que no seu terreno é ele que manda. Aos 9 minutos, Brayan puxou contra-ataque. Com a inteligência de um meia-armador tocou para Molter na esquerda, que cruzou para Criciúma, na entrada da pequena área, como um centroavante, de primeira, abriu o placar e fazer 1 a 0 para o Tricolor. Festa no Jayme Cintra.

Depois do gol, o Paulista se trancou, esperando os espaços abertos pelo time rival, para jogar no contra-golpe. Aos 26 minutos, Zunquinha desceu pela direita e cruzou de forma precisa para Molter, que livre na pequena área, somente teve o trabalho de colocar o pé-direito na bola, tirando do goleiro: 2 a 0.

Com grande desvantagem, o São Carlos começou a tentar parar o Galinho na base das faltas. Mas os atetas jundiaiense procuravam mostrar a sua qualidade e jogar bola.

Já o Paulista procurou dosar seu ritmo até o intervalo, para poupar o fôlego, já que este foi a sua sexta partida em 12 dias de Copinha. Só que em alguns lances, os atletas do Paulista estavam afoitos e cometeram faltas bobas, casos de Moisés e Criciúma, que levaram um cartão amarelo cada um, e como foi o segundo que receberam na competição, estão fora do confronto contra a Chape.

No segundo tempo, o Galinho começou mais com a posse de bola. Aos 4 minutos, em jogada coletiva pelo lado direito, Zunquinha chutou a bola na rede do lado de fora.

Depois o domínio foi do São Carlos, que deu trabalho ao goleiro Enzo. Mas aos 13 minutos, o arqueiro pela primeira vez foi vazado nesta Copinha. Em jogada de falta, Pedro Lopes aproveitou o rebote da defesa do Galo, para de cabeça, marcar o primeiro da Águia. No lance, Enzo e Alemão se chocaram, com o lateral-esquerdo levando a pior e tendo que sair da partida (no seu lugar entrou Carlinhos).

Com o gol sofrido, o Tricolor tratou de defender a casinha, deixando o time adversário mais com a bola. O São Carlos começou a rondar mais com perigo a entrada da área, deixando os torcedores jundiaienses nervosos. A Águia chegou a criar algumas situações de perigo, com Enzo sendo herói com duas grandes defesas, que ajudaram o Paulista a vencer mais um jogo na Copa São Paulo por um gol de diferença e conquistar a sua classificação para às quartas de final. O Tricolor repete a sua melhor campanha neste século que ocorreu nos anos de 2006 e 2010.

Fonte: Thiago Batista – Esporte Jundiaí

Primeiro tempo sonolento ‘mata’ a Águia na Copinha

A esperança de igualar a campanha histórica na Copa São Paulo de Futebol Júnior, quando chegou às quartas de final em 2008, acabou na noite deste sábado, 14, quando o São Carlos ficou pelo caminho, ao perder para o Paulista por 2 a 1 no estádio Jayme Cintra, pelas oitavas de final.

Um primeiro tempo sonolento e apático foi o responsável direto pela derrota são-carlense. Nos 45 minutos iniciais o goleiro Enzo, do Paulista foi mero expectador e não fez uma defesa sequer.

Por outro lado, aproveitando os consecutivos erros no sistema defensivo, o Galo do Japi chegou fácil aos 2 a 0, gols de Criciúma aos 9 minutos após falha infantil do zagueiro Luís Henrique e de Molter, aos 26 minutos. Nesta etapa, o Paulista teve chances de ampliar.

No segundo tempo, com nova postura em campo e várias substituições de Marcelo Albino, o São Carlos cresceu e passou a pressionar o gol jundiaiense. Aos 13 minutos Pedro Lopes diminuiu.

A partir daí só deu Águia e se na etapa inicial o goleiro Enzo nada fez, no segundo tempo foi o responsável direto pela vitória do Paulista, ao fazer quatro defesas milagrosas.

Agora o São Carlos foca a atenção para o Campeonato Paulista sub20 enquanto que o Paulista irá receber a visita da Chapecoense pelas quartas de final da Copinha.

Fonte: Marcos Escrivani - www.saocarlosagora.com.br/


Imprimir Versão para impressão         Enviar Enviar a alguém         Comentar Comentar
     Mais Notícias   
    15/12 23:27 - Garotinho anuncia greve de fome por suposta perseguição
    15/12 22:49 - TJ-SP investiga contratação de comissionados na Prefeitura
    15/12 19:17 - Agita Jundiaí encerra atividades do ano neste domingo
    15/12 19:15 - Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões neste sábado
    15/12 19:14 - Linhas que atendem faculdades são suspensas nas férias
    15/12 19:09 - Comitê da Fifa suspende Marco Polo Del Nero por 90 dias
    15/12 19:07 - Toffoli envia acordo sobre planos econômicos para a PGR
    15/12 18:59 - Diretor da PF entrega relatório sobre ministros ao STF
    15/12 12:15 - Prefeito de Jundiaí faz balanço das atividades em 2017
    15/12 12:13 - Prefeito de Várzea Paulista faz balanço das atividades
    15/12 12:11 - Prefeito de Louveira faz balanço das atividades em 2017
    15/12 10:08 - PCC quer aumentar número de filiados
    15/12 10:06 - Mutirão da biometria termina neste sábado
    15/12 10:04 - Linha de ônibus do Eloy Chaves sofre ateração
    15/12 10:03 - Receita Federal paga último lote de restituições