Polícia - 09/07/18 (21:23:33) Estação ´Jundiaí-São Paulo Railway´ de 1898 é incendiada
Incêndio destruiu a antiga Estação de trem da rua Dr Torres Neves, no Centro de Jundiaí

A antiga Estação de trem popularmente conhecida como Ingleza, da rua Dr Torres Neves, no Centro de Jundiaí, foi destruída nesta segunda-feira (09), por um incêndio. Bombeiros passaram a tarde no local combatendo as chamas.

A Prefeitura de Jundiaí, por meio da Unidade de Gestão de Cultura (UGC), informa que a estrutura conhecida como Estaçãozinha, localizada ao lado do Complexo Fepasa e atingida pelo fogo nesta segunda-feira (09), pertence ao Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre (DNIT), órgão responsável pela sua conservação e vinculado ao Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil.

A Guarda Municipal de Jundiaí afirma que, logo ao visualizar a fumaça vinda da Estaçãozinha pela Central de Monitoramento Eletrônico de Câmeras, acionou o Corpo de Bombeiros, que se dirigiu ao local, extinguindo o incêndio.

Sobre os prejuízos, o Grupamento informa que foi destruído o madeiramento do telhado, janelas e parte da parede que cedeu. A Prefeitura lamenta o ocorrido e dará ciência ao DNIT.

A foto é do Museu da Companhia Paulista de Estradas de Ferro e segundo os registros históricos foi fundada em 1º de Abril de 1898, sendo muito utilizada para a conexão entre Jundiaí e o Porto de Santos.

Histórico:

São Paulo Railway

(alguns pontos da linha)
Santos 1867, Cubatão 1867, Santo André (Paranapiacaba) 1867, Rio Grande da Serra 1867, Ribeirão Pires 1885, São Paulo (Brás e Luz) 1867, Caieiras 1883, Franco da Rocha 1888, Várzea Paulista 1891, Jundiaí 1867

A São Paulo Railway, ligando Santos a Jundiaí, foi a primeira estrada de ferro paulista. A concessão foi dada a Irineu Evangelista de Sousa – Barão de Mauá e, em 1860, adquirida por empreendedores ingleses. O projeto técnico foi elaborado por engenheiros experientes com ferrovias em regiões montanhosas e a linha, de 139 km, foi construída entre 1862 e 1867. Empregou muitos operários ingleses que acabaram se fixando na vila de Paranapiacaba, no alto da Serra do Mar, ao redor do pátio ferroviário com estação, armazéns e oficinas.

A linha da São Paulo Railway foi planejada principalmente para transportar a produção de café do noroeste paulista ao porto de Santos. Foi a única ligação ferroviária das cidades paulistas com o litoral até a construção do ramal Mairinque–Santos da Estrada de Ferro Sorocabana, já na década de 1930.

Para o trecho da Serra do Mar, com altitude de quase 800 m, foi utilizado o sistema funicular, formado por cabos de aço engatados em estruturas das composições e movimentados por roldanas. Por sua vez, as roldanas eram acionadas por máquinas a vapor instaladas em alguns patamares do percurso de 8 km na serra.

Em 1899, foi construído um segundo plano inclinado na serra e adotou-se o uso de locomotivas de pequeno porte, chamadas locobreques. Os locobreques, tendo um mecanismo de tração dos cabos entre as rodas, aumentavam a eficiência do sistema.

Estrada de Ferro Santos-Jundiaí

Em 1946, a São Paulo Railway passou a ser empresa federal com o nome de Estrada de Ferro Santos-Jundiaí. A partir de 1957, fez parte da Rede Ferroviária Federal S.A. – RFFSA.

Na década de 1960, começaram os estudos para a implantação do sistema cremalheira-aderência, substituindo o sistema funicular no trecho da serra. Em 1974, foi inaugurado esse novo sistema de tração que emprega locomotivas com uma terceira roda dentada, no centro, a qual se ajusta às cremalheiras, parecidas com as placas de uma esteira rolante.

Fonte: JR/RCJ


Imprimir Versão para impressão         Enviar Enviar a alguém         Comentar Comentar
     Mais Notícias   
    12/11 21:21 - Dodge pedirá para o STF barrar efeito cascata de juízes
    12/11 21:21 - Decoração de Natal da ACE-Jundiaí
    12/11 20:27 - Ações trabalhistas caem 36,06% no Brasil
    12/11 20:20 - Joaquim Levy aceita convite para presidir BNDES
    12/11 20:04 - Lula e outros 1,2 mil impugnados terão que devolver 38,7 mi
    12/11 20:01 - STJ manda soltar Joesley e executivos da J&F
    12/11 19:23 - Dólar encerra pregão cotado R$ 3,74
    12/11 19:09 - Deyverson e Felipão são suspensos pelo STJD
    12/11 18:20 - Brasil tem cerca de 22,6 mil jovens privados de liberdade
    12/11 18:16 - Faturamento do setor de serviços em SP bate recorde
    12/11 14:02 - Vá ao Parque da Cidade!
    12/11 13:57 - DAE convida 300 inadimplentes para sessões do Cejusc
    12/11 13:45 - Petrobras reduzirá preço da gasolina nas refinarias em 0,71%
    12/11 13:42 - Polícia investiga morte de idoso atingido por disparo
    12/11 06:54 - Palmeiras pode ser campeão do Brasileiro no próximo domingo